Ser um nómada digital é ao mesmo tempo uma das coisas mais incríveis e mais difíceis que alguma vez fiz. 

Desde o sonho que começou à 5 anos, até ser realidade, passando por muitas dificuldades e muitas barreiras enquanto perseguia este estilo de vida, a verdade é que hoje sou um nómada digital a tempo inteiro, não tenho casa ou quarto fixo, não tenho posses além da minha mala e algumas caixas com roupa de inverno e livros em Portugal e viajo todo o ano pelos sítios mais incríveis do Mundo. 

Mas porquê?

Porque é que viver só com uma mala, não ter casa e viajar pelo mundo enquanto trabalho é tão atrativo para mim e para outros nómadas? 

Adoro viver em locais diferentes que me desafiam

Desde adolescente que mudava de escola para escola, em diferentes locais de Lisboa e Oeiras. Penso que já era o meu bichinho explorador que queria estar sujeito a novas experiências, pessoas diferentes com backgrounds diferentes e classes sociais diferentes. Da primeira classe até terminar o liceu andei em 7 escolas, em 3 cidades diferentes. 

Depois durante a Universidade fiz o mesmo. A verdade é que me dá um imenso prazer mudar-me e começar tudo do 0, construir amizades, projetos e relações para o futuro. 

Como nómada digital mudo de cidade/país a cada 1/2 meses. O choque cultural varia mas o desafio é sempre gigante. Nova moeda, novas políticas de arrendamento e vistos, novas regras para conduzir, nova comida, nova cultura… Dizer que é desafiante é pouco, mas é quando estamos a ser desafiados que crescemos e evoluímos. 

Gosto de estar entre pessoas ambiciosas.

A verdade é que quase todos os nómadas que conheci são extremamente ambiciosos e estão a construir a vida que sempre desejaram. Se é verdade que somos a média das 5 pessoas com quem estamos mais tempo, ao estar com pessoas desta comunidade cresci imenso e transformei a minha forma de ser e de trabalhar com o que aprendi enquanto nómada. 

Lifestyle Design é prática comum, desenhar a nossa vida para sermos melhores todos os dias e acima de tudo mais felizes. 

Criar a vida dos meus sonhos. (Lifestyle design)

Sempre sonhei ter um estilo de vida ligado ao empreendedorismo, com liberdade para viajar, fazer desporto e trabalhar de calções de praia e T-shirt. A verdade é que com o lançamento de vários negócios como o Remote Work Movement, um website e podcast acerca de trabalho remoto.

 Estou mais perto do que nunca de atingir a minha vida de sonho!

Grande parte do que estou a construir é inspirado nas pessoas a que hoje chamo amigos, nómadas digitais de todo o mundo que também estão a construir os seus negócios. 

Hoje posso acordar e ir dar um mergulho à praia, jogar voleibol de praia e depois ir para o meu espaço de Cowork construir e desenvolver os meus negócios. Ao final do dia posso ir jantar fora e discutir temas interessantes com outras pessoas que me desafiam. Constante crescimento e lifestyle design. 

Adoro viajar… Devagar

A maioria das pessoas que conheço tem entre 22 e 25 dias de férias por ano que aproveitam para conhecer o mundo a correr, como se todas as cidades e monumentos fossem uma checklist. Eu odeio este estilo de viajar, é vazio, não existe contacto com a cultura local e muitas vez o impacto é bastante negativo. 

Eu gosto de passar pelo menos um mês em cada local, fazer amizade com a senhora do café e do meu restaurante preferido. Conhecer a cultura local, os maiores desafios que atravessam, o que os faz felizes e quais as tradições que fazem parte da sua identidade. Viajar devagar é ter tempo para conhecer pessoas, para viver como os locais e verdadeiramente experienciar a vida como eles. 

Eu tinha noção que ao tornar-me um nómada digital a minha vida ia mudar drasticamente, mas nunca pensei que o meu crescimento como pessoa e profissional fosse tão grande como está a ser. 

Sou totalmente feliz com este estilo de vida, por isso quero inspirar mais pessoas a tornarem-se nómadas digitais! 

Este estilo de vida é perfeito para mim, mas pode não ser perfeito para todos. No artigo da próxima semana vou-te contar todas as vantagens e desvantagens de ser um nómada digital.

Boa semana! 🙂