Sou um grande fã de espaços de coworking por isso durante a minha estadia de 4 meses em Portugal tenho aproveitado para descobrir novos espaços que abriram recentemente e vou partilhar os 3 melhores que encontrei em Lisboa.
Mas antes, o que torna um espaço de coworking atraente para um nómada digital?
Existem 3 pilares essenciais que tenho em conta quando me junto a um espaço de coworking:
1- Comunidade
A vida de nómada digital pode ser solitária, uma das razões para trabalhar num espaço de coworking é exatamente a de encontrarmos pessoas com a mesma mentalidade que nós, que trabalham remotamente e viajam pelo mundo.
2- Design e mobiliário
Todos nós que trabalhamos do nosso laptop e passamos demasiadas horas sentados por isso precisamos de mobiliário adequado, como cadeiras e mesas ergonómicas e adaptáveis além de um design atraente que nos faça sentir bem, com diferentes espaços para diferentes funções.
3- Localização
Eu não trabalho em espaços a mais de 30 minutos da minha casa, não faz sentido ser num nómada digital e trabalhar remotamente se vamos ficar no trânsito como todos os outros trabalhadores. Por isso escolho sempre locais de fácil acesso.
Além de tudo isto, prefiro também espaços que tenham uma comunidade internacional, com cozinha e café incluido no preço, não há trabalho sem café!
Então quais são para mim os melhores novos espaços de coworking em Lisboa?
Localizado no centro de Campo de Ourique, encontrei no RESVES uma comunidade fantástica de profissionais, super social e interessante. O espaço está muito bem desenhado, com bastante luz natural e o António é um excelente community manager (e fundador do espaço).
O RESVES organiza diversos eventos semanais e mensais, mas oARTTACO que combina uma exposição de arte com os melhores tacos, é um dos eventos com mais afluência nos espaços Lisboetas.
Tenho estado a trabalhar no Time to Cowork e estou a amar o espaço e a sua gestão. Abriu no final de Dezembro no Cais do Sodré e entre a vista para o rio e a fantástica luz natural, estou completamente apaixonado. Além de várias salas de coworking, tem também phone booths, cozinha bem equipada e um espaço lounge fantástico com sofás e uma enorme televisão. Os diferentes espaços foram muito bem pensados e é um espaço que vou adorar ver crescer em 2020.
Sou um grande fã do conceito, design e comunidade do Selina por isso adorei a experiência de trabalhar no espaço de coworking do Selina Secret Garden em Lisboa.
O design é dos melhores de Portugal e a comunidade de nómadas digitais e eventos diários faz com que eu me sinta sempre bem quando estou no Selina. É dos poucos espaços em Lisboa com nómadas digitais workaholics como eu, sempre em hustling mode e cheios de energia positiva.
Em 2019 Lisboa viu abrir mais de 30 novos espaços de coworking, de 50 para mais de 80, numa expansão que parece não ter fim à vista.
Qual é o vosso espaço de coworking favorito da capital? Porquê?