Muito se fala por aí a respeito de “técnicas matadoras para aumentar o tráfego“, “estratégias de sucesso para levar mais tráfego ao seu blog ou loja virtual“, mas é preciso dar um passo atrás.

Será que as pessoas que buscam esse tipo de ajuda, sabem qual é a real importância do tráfego para o seu negócio digital?

A seguir entenda, de forma prática e objetiva, qual a importância do tráfego para o seu negócio, quais os tipos e como aumentar o tráfego do seu site.


Qual a importância do tráfego para o seu site?

Para explicar de forma prática por que o tráfego é importante, vamos voltar um pouquinho no tempo. Há 50 anos, mais ou menos. Imagine dois comércios idênticos, localizados em bairros distintos: um no centro da cidade, na avenida mais movimentada, e o outro em um bairro afastado, em uma ruazinha pequena e quase deserta – exceto por algumas pessoas que passam por ali a cada 1 ou 2 horas.

De acordo com essas informações, qual das duas lojinhas você acredita que tem mais chance de prosperar? Certamente a que está localizada no centro da cidade. Afinal, ali há maior movimento e tráfego de pessoas, o que aumenta as chances de algum cliente em potencial passar em frente do comércio e fazer uma compra.

Voltando para o presente, sem um bom tráfego, ou seja, um volume de visitantes considerável, não há como trabalhar as suas estratégias de negócio, conquistar uma audiência e, consequentemente, é impossível converter o tráfego em vendas e, eventualmente, ganhar dinheiro.


Conheça alguns tipos de tráfego online

A essa altura você já sabe o que é tráfego e qual é a sua importância para fazer um negócio dar certo, por isso, vamos para o próximo passo: como aumentá-lo. Existem várias formas de aumentar o tráfego do seu site – orgânico, direto, pago, social, referência, e-mail. Entenda cada uma dessas formas a seguir.

1. Tráfego orgânico

O tráfego orgânico é aquele que chega ao seu site de forma espontânea após fazer uma busca pelo Google, Yahoo ou Bing e escolher o seu link em meio a todos os outros resultados. Ele se chama orgânico, pois, nesse caso, não há investimento em anúncios.

2. Tráfego direto

Em teoria, o tráfego direto é aquele que chega ao seu site após digitar o seu domínio diretamente no navegador. Ou seja, não há intermediários.

Contudo, é preciso entender que muitas vezes é difícil identificar a origem do tráfego, o que leva o Google Analytics a classificar como “tráfego direto” situações que, em tese, não se enquadram nessa definição. Uma dessas situações acontece quando uma pessoa clica em um link recebido via WhatsApp por exemplo. Esse tipo de caso pode ser contabilizado como tráfego direto, mesmo não o sendo.

3. Tráfego pago

Como o próprio nome sugere, o tráfego pago é aquele que vem do resultado de anúncios criados para campanhas específicas. Apesar de ser perfeitamente possível conseguir excelentes resultados por meio do tráfego orgânico, ao apostar no tráfego pago é possível acelerar um pouco esse processo.

4. Tráfego social

Ao trabalhar o seu site nas redes sociais – Twitter, Linkedin, Facebook, Instagram etc – seja por meio da divulgação em uma Fanpage própria, grupos, comentários de terceiros sobre o seu site, entre outros, você atrai o tráfego social.

5. Tráfego referência

Sabe quando você precisa contratar um profissional e pede uma indicação para um amigo de confiança? O tráfego referência funciona basicamente dessa forma, mas no ambiente online.

Imagine que você tenha um e-commerce que vende maquiagem. Se uma blogueira famosa que produz conteúdos somente sobre maquiagem menciona o seu site, ela utiliza a própria autoridade para recomendar o seu trabalho ao público. O tráfego advindo dessa recomendação é chamado de tráfego referência.

6. Tráfego e-mail

Quando os acessos ao seu site vêm de cliques de um e-mail enviado previamente, está configurado o tráfego e-mail.


Como gerar mais tráfego para o meu site?

Você já sabe qual é a importância do tráfego para o seu negócio e sabe que existem diferentes formas de trazer esse tráfego para o seu site. Mas ainda falta responder uma importante pergunta: como gerar esse tráfego para começo de conversa?

Para falar a verdade, as possibilidades são infinitas. Listamos a seguir as principais delas:

Como gerar tráfego orgânico

Para gerar tráfego orgânico é preciso trabalhar as palavras-chave importantes para a estratégia do seu negócio e publicar conteúdo de qualidade no blog. Essa é apenas uma parte do trabalho de Otimização SEO, que é um serviço contratado para gerar tráfego orgânico.

Como gerar tráfego direto

Para gerar o tráfego direto, o endereço do seu site deve estar memorizado na cabeça do seu público alvo. Por isso, tenha um domínio simples de lembrar, inclua o endereço em todos os canais digitais possíveis e também em materiais offline (cartões de visita, panfletos, outdoor etc).

Como gerar tráfego pago

Na hora de criar os anúncios é preciso otimizar ao máximo a verba disponível. Isso só é possível por meio de uma escolha adequada de canais de acordo com o público que deve ser atingido e da segmentação cirúrgica.

Como gerar tráfego social

Para gerar tráfego pelas redes sociais, é preciso criar conteúdo consistente (com frequência) e que engaje quem está lendo. Além disso, interagir com o público e estimular o compartilhamento (a fim de aumentar o alcance) é fundamental.

Como gerar tráfego de referência e de e-mail

Para gerar o tráfego de referência, faça parcerias com produtores de conteúdo que também falam com público semelhante ao seu e faça guest posts. Já o tráfego de e-mail é gerado por estratégias de disparos de e-mail marketing para um mailing qualificado.


Gostou das dicas sobre Tráfego?

Precisa de ajuda para conseguir mais clientes e fazer o seu negócio decolar? Deixe as suas dúvidas abaixo que responderemos a todos! Ficamos felizes em o ajudar!