Desde que ouvi falar de nomadismo digital, há 5 anos atrás, que decidi que Bali ia ser o primeiro destino.

Agora quero partilhar a minha experiência contigo! 

Em Janeiro aterrei com a minha namorada em Bali pela primeira vez, excitado pela nova aventura e a receção não podia ter sido mais… Assustadora! Logo no aeroporto tivemos mais de 50 taxistas a lutar por nós, a negociar o preço, a puxar-nos, uma loucura. Depois de negociar com um dos mais resistentes taxistas que já vi, saímos do aeroporto e fomos brindados por mais caos, trânsito, motas por todos os lados… Bali não ia ser assim tão fácil.  

Estivemos dois meses em Bali nessa altura e voltámos em Junho para a maior conferência sobre trabalho remoto, ficando por lá mais dois meses. 

Depois de 4 meses em Bali, posso dizer sem dúvidas que é o melhor destino do mundo para nómadas digitais! 

Existem 2 áreas distintas onde os nómadas digitais se concentram, Canggu e Ubud. 

Ubud é uma cidade a 1 hora de Denpasar, a capital de Bali. Fica no meio da selva e é conhecida como parte do livro “Eat, Pray and Love”. Comida vegan é a norma aqui, yoga o desporto de eleição e o contacto com a natureza e espiritualidade uma constante.

 Todos os dias existem dezenas de eventos para todos os gostos e dois excelentes espaços de Coworking, o Hubud (o mais antigo espaço de Coworking de Bali) e o Outpost Ubud.

Canggu é uma zona hipster, com os melhores cafés e restaurantes de Bali, praias perfeitas para o surf, excelentes ginásios de Crossfit e pessoas com excelente aspecto a trabalhar e a desfrutar da sua vida. 

Ver o pôr do sol é uma religião aqui e a praia enche-se de pessoas com uma Bintang ou um côco na mão para este espetáculo diário.

Pessoalmente Canggu é o meu local preferido do mundo para viver como nómada digital. Tem tudo aquilo que eu gosto e muito, muito mais. 

Por cerca de 400 euros alugámos um quarto com casa de banho privada numa vila partilhada com piscina, cozinha, boa internet (a parte mais difícil em Bali) e limpeza diária. É possível encontrar excelentes estadias a partir de 300 euros, mas nós adoramos esta em específico pelas condições, privacidade e excelente internet. 

Alguns dos melhores espaços de Cowork do mundo são em Canggu, destaco os dois melhores: Dojo e Outpost Canggu. 

O Dojo é o espaço ideal para quem procura ter uma vida social super ativa, tem eventos diários, uma comunidade excelente e toda a gente lá é bastante social, O Outpost por outro lado é o espaço ideal para quem quer estar a trabalhar focado, sem muitas distrações e com excelentes espaços e cadeiras. Nós decidimos ficar no Outpost. 

A experiência do nomadismo digital pode ser bastante desapontante caso não consigas criar relações com outras pessoas. Os espaços de Coworking são os melhores locais para conheceres outros nómadas e combinares jantares e aventuras. Foi isso que fizemos, conhecemos pessoas num almoço do Outpost e no dia a seguir (e quase todos os dias durante os dois meses que lá estivemos) combinámos coisas juntos.

 

Construímos um grupo excelente, viajámos, trabalhámos muito, comemos juntos e até criámos projetos juntos. As relações como nómada são mais fortes e mais intensas porque todos sabemos que dentro de dois meses a maioria de nós vai viajar para outro destino, temos de aproveitar ao máximo.

Depois temos ainda as centenas de cafés excelentes para trabalhar e comer (Satu Satu é o nosso preferido), os restaurantes maravilhosos em todo o lado e as dezenas de eventos onde podes aprender tudo, de chatbots, Amazon FBA a crypto.

Mota é a melhor forma de te moveres, eu nunca tinha conduzido uma mota na minha vida, mas agora conduzo como um local (não tenho a certeza se isso é bom ahaha). Adoro conduzir pelas estradas perdidas de Bali, muitas vezes sem destino, só para ver as paisagens impressionantes. 

Bali é um paraíso para nómadas digitais não só porque é um lugar lindo, mas porque oferece uma das melhores comunidades do mundo e tudo o que precisas para ter sucesso.

Este ano já não voltamos a Bali, mas vamos voltar em breve. 

E tu, gostavas de ir a Bali como nómada digital? Qual é o teu destino de sonho?